Saúde do trabalhador – Dicas, passo a passo

O trabalho é o alicerce de toda a sociedade, pois é a partir dos frutos deste dele que uma sociedade se desenvolve, ou seja, uma sociedade é totalmente dependente dos seus trabalhadores, pelo fato de serem eles quem, sustentam e desenvolvem a sociedade.

Modelo de carta de cobrança
Modelo de notificação ExtraJudicial
Onde tirar carteira de trabalho

Buscando na histórica é possível identificar que varias movimentos trabalhistas, foram realizados com o objetivo de proporcionar ao trabalhador um ambiente de trabalho menos propenso a doenças ocasionadas pela função exercida e a possibilidade de ambiente de trabalho mais saudável.

Após muita luta, foi chegado à conclusão de que a saúde do trabalhador não é algo que possa ser avaliado, mas sim, um item que precisa ser garantido para o bem dos trabalhadores e toda a sociedade.

Mesmo com vários diretos garantidos, ainda ocorrem diversos casos onde a saúde do trabalhador é comprometida, em situações como essa a Secretaria de Saúde se responsabiliza pela prevenção e pelo atendimento especificamente para os casos onde fato tenha ocorrido devido função exercida direta ou indiretamente.

O processo de atendimento e prevenção inclui o surgimento doenças, acidentes de trabalho, ou de lesões, adquiridas ou agravadas devido ao exercício da função, pela prestação de serviço interno ou externo, no percurso executado pelo trabalhador para retorno a residência, com ou sem carteira assinada, não importa o local onde o acidente aconteceu, a saúde do trabalhador deve ser garantida.

As principais causas de danos à saúde do trabalhador são: erros de planejamento organizacional, postura inadequada, movimentos repetitivos, levantamento de peso excessivo, locais e equipamentos de proteção inadequados para exercício da função, agentes físicos, químico, biológicos e o estresse.

Os principais danos à saúde do trabalhador são: distúrbios psicológicos, tendinite, perda de audição, lombalgia, hérnia de disco, LER/ DORT (LER-Lesões por Esforços Repetitivos e DORT-Doenças Osteomuscular Relacionadas ao Trabalho), bursite, asma e Dermatoses Ocupacionais.

Os principais desafios para a saúde do trabalhador são:

  • Surgimento de novos produtos químicos;
  • Transferência de tecnologias (ou cargas no geral) pesadas;
  • Surgimento de novas doenças ocupacionais (de vários ramos de atividade);
  • Envelhecimento da atual população trabalhadora;
  • Atividades desenvolvidas por novas áreas de atuação voltadas para automação e Tecnologia da Informação;
  • O aumento continuo de mobilidade dos trabalhadores.

Desde 2004, com um trabalho de divulgação, recuperação e vigilância, a Politica Nacional de Saúde do Trabalhador (PNST), do Ministério da Saúde, quer diminuir os acidentes originados nos ambientes de trabalho, com o objetivo de apresentar melhores condições de saúde para o trabalhador.

As orientações estão totalmente voltadas à saúde do trabalhador, desde apoio a pesquisas, a criação de uma rede de informações voltadas à saúde do trabalhador.

Apesar dessas medidas, pesquisas de 2009, informam que a Saúde do trabalhador é um item que merece maior atenção das corporações, de acordo com as pesquisas mais de 700 mil trabalhadores passaram por uma situação de doença ou acidente no ambiente de trabalho em 2009.

O que as corporações precisam analisar é que perdas significativas dos seus recursos humanos, afeta diariamente na produção, isso é ainda pior em casos onde um trabalhador excepcional fica afastado por dias, infelizmente há casos onde outro funcionário não pode realizar as atividades destinadas a ele.

Casos assim geram prejuízos tanto para os funcionários quanto para as corporações. Então, por que não evitar ao invés passar por uma situação assim?

Mas este cenário ainda pode ser revertido, a cada dia que passa itens como equilíbrio entre vida pessoal e profissional, qualidade de vida, segurança, conforto e saúde no trabalho são mais desejados pelos profissionais, este processo faz com as empresas se preocupem mais com o bem estar e saúde do trabalhador.

Um exemplo disso são algumas práticas adotadas pelas corporações como os programas de ginastica laboral, que previne diversas doenças vinculadas ao trabalho por meio de exercícios físicos, em alguns casos voltados diretamente para a realidade de sua função, Há também Quick Massagem, consiste em uma massagem aplicada no funcionário, cujo objetivo é o relaxamento imediato, aliviando dores, o desconforto muscular, retirando o cansaço mental, físico e o estrese, além de ajudar na circulação sanguínea.

A saúde do trabalhador e um ambiente de trabalho saudável é uma excelente estratégia para contribuir na melhora de produtividade e lucrativa das corporações e  na qualidade de vida do trabalhadores e por consequência elevar a satisfação e motivação do trabalhador com o seu trabalho.

Comentários

Comentários

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.