Ciência sem Fronteira – Como participar ? O que é ? dicas, passo a passo

O estudo vem se tornando um assunto de preocupação, entre as pessoas.

Por conta do Brasil ter uma educação um pouco precária, muitas pessoas possuem dificuldade em cursar boas faculdades.

De acordo com as poucas vagas em universidades públicas, e o alto preço em universidades pagas, muitos programas bolsa, desconto, entre outros está sendo criado. Um dos programas mais disputados é o programa ciência sem fronteira.

Modelo de carta de cobrança
Conta salário – O que é? como fazer vantagem?
Como dar entrada no seguro desemprego
O programa é uma parceria entre o ministério da Educação e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Além dessas parcerias o programa  possui parceria com institutos de pesquisas e programas de intercambio.

Os países parceiros que auxiliam e  fazem parte do programa são a Alemanha, Austrália, Canadá, Estados Unidos, Franca, Espanha, Itália, Portugal, Japão, entre outros.

 

O que é o programa Ciência sem Fronteira

 

O programa busca promover a expansão e internacionalização da ciência e tecnologia. Realçando a inovação e competitividade brasileira por meios de intercâmbios e pesquisas.

O projeto possui em media 101 mil bolsas em média a cada quatro anos para promover intercâmbios, fazendo com que alunos de graduação e pós-graduação façam estágios no exterior.

Visando atrair pesquisadores do exterior para estabelecer parcerias com pesquisadores brasileiros.

Os principais objetivos do programa é aumentar a presença de pesquisadores e estudantes das melhores instituições do exterior, ampliar o conhecimento inovador das indústrias tecnológicas, atrair jovens talentos científicos e investigadores extremamente qualificados, além de investir na formação pessoal e habilidades para desenvolver o melhor desempenhos para a sociedade.

 

Áreas Contempladas

 

O programa Ciência sem fronteira é especifico para áreas, relacionadas a ciência, por exemplo, produção agrícola sustentável, Petróleo, Gás e Carvão Mineral, Ciências do mar, Energias Renováveis, Tecnologia Mineral, Tecnologia Aeroespacial, Biotecnologia, Indústria Criativa, entre algumas outras.

 

Inscrições

 

Para participar do programa, o estudante precisa estar matriculado, cursando uma graduação nas área voltadas, como tecnologia, engenharia, biologia, saúde e ciências biomédicas. Além de ter participado do Enem com uma pontuação de no mínimo 600 pontos.

Ser brasileiro ou naturalizado no país. Bolsistas do PROUNI  e Fies não podem participar do programa, pois não é permitido o acumulo de apoios.

Outro fator importante é que o estudante precisa ter um desempenho excelente e nível de inglês, avançado.

As inscrições são feitas online,basta preencher um formulário com pré-requisitos. O processo seguinte será com o aluno sendo avaliado e encaminhado para a realizar o processo de matricula da Universidade do grupo ATN, que reúne as melhores faculdades australianas.

O programa Ciência sem Fronteira, oferece aos alunos aceitos, mensalidade de bolsa, auxílio-instalação, auxílio material didático, passagens aéreas e seguro saúde.

Comentários

Comentários

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *