Bolsa integral – Como funciona, onde conseguir, quem tem direito

Atualmente a educação está passando a ter mais atenção, já que o país deixa a desejar bastante em prioridades básicas como a própria educação, saúde entre outros.

Com todos os problemas envolvendo a educação o governo passou a dar mais assistência aos estudantes, principalmente os sem condições de cursar um ensino superior, já que nossas faculdades públicas possuem poucas vagas e muito disputadas.
Ciencia sem fronteira – como participar?
Tudo sobre o FIES
Inscrições Pronatec – dicas
Hoje em dia há programas de auxilio para cursar o ensino superior acadêmico e com bolsa integral, entre eles estão o Prouni, Fies, Ciência sem fronteiras, Capes, entre outros. Todos eles tem como objetivo ajudar a iniciar os estudos superiores sendo graduação e pós-graduação, porém as faculdade particulares muitas vezes fazem programas de bolsas parciais e integrais.

 

Como funciona

 

Mesmo parecendo que a maneira mais prática é passar no vestibular das universidades públicas, essa acaba sendo a mais complicada. Para muitos cursar uma faculdade pública é impossível e infelizmente é a verdade.

Por conta da péssima base estudantil os alunos que não possuem boas condições para cursar um ensino particular de qualidade, acabam perdendo a oportunidade de cursar faculdades públicas.

Claro que há exceções, alguns alunos do ensino público já conseguiram cursar em faculdades públicas, porém é raro.

Sendo assim para os alunos que desejam cursar um ensino superior, mas não possuem condições, há os programas do governo que ajudam e muito hoje em dia. Entre eles temos o ProUni, programa Universidade para todos, para fazer parte do programa é necessário ter cursado o Enem no ano anterior e ter atingido uma pontuação acima de 450 pontos e não ter zerado na redação.

Há também o Ciência sem fronteira é voltado para graduação e pós, para participar é necessário que tenha prestado o Enem no ano interior atingindo a pontuação acima de 600 ponto sem zerar a redação, esse programa tem parceria com universidade do mundo todo, porém as áreas que entram no programa são voltadas para ciência, tecnologia, engenharia, questões ambientais e outras.
O Capes funciona basicamente da mesma maneira porém para bolsas de pós-graduação e mestrado.
Já o Fies que é um dos mais adquiridos, Fundo de financiamento ao estudantil, permite que o aluno faça o curso de graduação pagando 150 reais a cada três meses, a segunda fase permanece o mesmo porém após a conclusão.
Sendo assim o aluno terá tempo suficiente para se estabilizar e poder pagar seus estudos sem prejudicar seu orçamento, mas ainda há outra vantagem, que é o seu parcelamento pode ser em até 12 anos, normalmente é o tempo do curso vezes 3.
Esses programas são muito válidos e atualmente as faculdades particulares também estão oferecendo bolsas de estudo em determinados programas que elas disponibilizam, é importante sempre estar atento para não perder a oportunidade.

Comentários

Comentários

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.